VÍDEO: Padrasto é suspeito de estuprar e assassinar a enteada de apenas 13 anos

A mãe da adolescente sabia dos antecedentes criminais do homem. Entretanto, achava que o esposo nunca iria machucar as enteadas.

Foto: Reprodução

RIO GRANDE DO SUL – Uma adolescente identificada como Jordana Tamires Wattier, de apenas 13 anos, morreu após ser estuprada pelo próprio padrasto, identificado como Elias dos Santos, de 39 anos, que no momento, estava em liberdade condicional após ser condenado há 12 anos. O caso ocorreu no município de Bom Princípio, localizado no Rio Grande do Sul.

Conforme informações, a mãe da menina sabia dos antecedentes criminais do homem, mas acreditava que ele não fosse machucar as enteadas.

No dia do crime o próprio autor do crime ligou para a corporação de bombeiros e informou o crime. Elias encontra-se foragido.  

Além do crime de estupro e em liberdade condicional, Elias tem outras três acusações de violência sexual, sendo duas tendo menores de idade como vítimas. De acordo com a polícia, uma delas era ex-cunhada do criminoso.

0 0 vote
Article Rating