No Amazonas, homem é preso por estuprar e manter enteada em cárcere privado

A jovem sofria os abusos desde os nove anos de idade

Foto: Divulgação

BORBA – Na tarde de segunda-feira (10), um homem de 50 anos, foi preso pela equipe de investigação da 74ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Borba, no Amazonas, coordenada pela escrivã Carla Vieira, que está respondendo interinamente pela titularidade da unidade policial, por manter em cárcere privado e estuprar a própria enteada, uma jovem de 20 anos.

De acordo com informações repassadas pela mãe da vítima, a jovem sofria os abusos desde os nove anos de idade. O homem esperava a mãe da enteada dele sair para trabalhar, momento em que ele concretizava o ato criminoso.

Conforme Vieira, na data mencionada, a jovem, que estava presa há mais de uma semana na casa onde mora, conseguiu fugir do local, após o indivíduo ir deixar o filho dela, uma criança de três anos, na escola.

“O infrator não deixava a jovem sair ou ter um celular, para prevenir denúncias por parte dela. Quando ele saia pra qualquer lugar, ele trancava a porta e levava a chave e ainda ameaçava a vítima, porém, por um descuido dele, ela conseguiu fugir e delatar o caso na delegacia. Estamos investigando a possibilidade do filho da vítima ser do próprio padrasto”, disse Vieira.

O homem foi autuado em flagrante por cárcere privado e estupro. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o infrator ficará custodiado na 74ª DIP, a disposição da Justiça.