Mundo chega a 62 milhões de casos de Covid-19 e OMS teme festas de fim de ano

O diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, fez um apelo para que as pessoas evitem viajar, fazer encontros com grande número de pessoas ou frequentem shoppings lotados

Nas últimas 24 horas, foram registradas 496.892 novas contaminações por coronavírus. Dessa forma, o mundo chegou a um total de 62.363.527 casos de Covid-19. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 30, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), cujo diretor-geral fez um apelo para que sejam evitadas as participações em festas de final de ano com grande número de pessoas. “É recomendável realizar comemorações em casa, evitar reuniões com pessoas de fora”, aconselhou Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Se houver encontro, as pessoas devem estar, de preferência, no exterior, com distanciamento físico e usando máscara”, completou. O diretor-geral da OMS também desaconselhou, nessa época do ano, as viagens e às idas aos shoppings lotados, sugerindo que a população tente fazer compras em horários de menor movimento ou opte pelo comércio online.

Tedros Adhanom Ghebreyesus admitiu que existe o temor de que as festas de fim de ano se tornem o fator de produção de uma nova onda de infecções pelo novo coronavírus no mundo, já que não há garantias de uma vacinação em massa até lá. A atualização dos dados sobre a pandemia indica que 7.697 novos óbitos foram registrados no último dia, o que eleva para 1.456.687 o total de mortes causadas pela Covid-19. A América é a região do mundo mais afetada, sendo os Estados Unidos o país com mais casos acumulados: foram 13.082.877 desde o início do surto no país. O Brasil, por sua vez, é o segundo colocado na região e o terceiro no mundo, tendo 6.290.272 casos confirmados pela OMS.

*Com informações da EFE

0 0 vote
Article Rating