Morre a procuradora do Estado do Amazonas, Sandra Maria do Couto e Silva, aos 69 anos

Sandra Couto era reconhecida pelo brilhante trabalho em defesa do Estado.

Faleceu, nesta sexta-feira (03/09), a procuradora do Estado aposentada, Sandra Maria do Couto e Silva, aos 69 anos. Ela atuou na Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) por 37 anos e se aposentou em março deste ano, quando atuava como procuradora-chefe na Procuradoria do Estado no Distrito Federal (PE/DF).

Sandra Couto era reconhecida pelo brilhante trabalho em defesa do Estado. “A dra. Sandra Couto sempre exerceu a advocacia pública tendo os interesses do Estado do Amazonas como sua causa de vida. Seu exemplo permanecerá em todos nós integrantes da Procuradoria Geral do Estado. Aprendemos com ela. A advocacia pública perde um de seus maiores expoentes. Eternamente obrigado, dra. Sandra!”, afirmou o procurador-geral do Estado, Giordano Bruno Costa da Cruz.

Tristeza – Para a procuradora do Estado, Heloysa Simonetti Teixeira, a partida tão precoce da amiga e colega de trabalho deixa um enorme vácuo para a PGE-AM e toda a advocacia pública brasileira, pois a sua atuação ultrapassou as fronteiras de nosso Estado.

“Ela representou tão bem a todos nós, procuradores do Estado, com seu exemplo de firmeza, dedicação e comprometimento. Particularmente, agradeço pela amizade que tive a oportunidade de desfrutar, pelo companheirismo que experimentei e apoio profissional recebido em momentos conturbados da minha carreira, como chefe da Procuradoria Administrativa e como Procuradora-Geral. Meus sinceros sentimentos à família e aos amigos”, lamentou.

Ensinamentos – O procurador Ricardo Antônio Rezende de Jesus, atual chefe da Procuradoria do Estado no Distrito Federal (PE/DF), lembrou dos ensinamentos deixados por Sandra Couto.

“Tive a honra de conviver por 20 anos com ela, sendo minha chefe na PE/DF. Ela foi de uma generosidade ímpar, ensinando-me tudo que sei sobre a advocacia pública. Foi um exemplo para todos os advogados públicos que compartilharam com ela as experiências nos tribunais superiores, sendo sempre lembrada quando se fala na defesa judicial do Estado do Amazonas no Distrito Federal”, destacou.

Exemplo – Por sua vez, a procuradora Aline Teixeira Leal Nunes, que atua na (PE/DF), lembrou a atuação profissional da procuradora. Segundo ela, Sandra Maria era uma “mulher de força”.

“Ela sabia transitar com maestria nos tribunais. Sabia puxar assunto antes de entrar em assuntos capciosos. Lembro do meu primeiro dia em Brasília, acompanhando uma ida aos tribunais. Observei atentamente como ela tratava bem todos os servidores, do profissional que servia café ao ministro. Que ela descanse em paz!, disse a procuradora.

Homenagem – A procuradora Sandra Maria do Couto e Silva receberia, na próxima quinta-feira (09/09), às 15h, uma homenagem da Associação dos Procuradores do Estado do Amazonas (Apeam) pelos relevantes serviços prestados em defesa do Estado.

Reconhecimento – A procuradora Sandra Maria era reconhecida, também, pela excelente representatividade junto ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que prestou solidariedade, por meio de nota assinada pelo presidente do órgão, desembargador Domingos Chalub.

“O Poder Judiciário do Estado do Amazonas expressa seu profundo sentimento de pesar pelo falecimento da eminente e culta procuradora do Estado, dra. Sandra Maria do Couto e Silva. Sua excelência foi um baluarte na defesa dos interesses do Estado do Amazonas e do povo amazonense, especialmente, junto ao excelso Supremo Tribunal Federal, aos colendos Tribunais Superiores e aos órgãos da alta administração da República. Deixa um legado de honradez, denodo e excepcional respeito ao interesse público, evidenciado em sua belíssima folha de bons e qualificados serviços prestados ao Amazonas e ao Brasil”.

Trajetória – A procuradora Sandra Maria do Couto e Silva, 69 anos, é amazonense e deixa três filhos: Frederico Barbosa Forte Júnior, Fabrício do Couto Forte e Fabian do Couto Forte. Ao longo de seus 37 anos de atuação na PGE-AM, ela teve uma trajetória de sucesso e dedicação à advocacia pública.

Como procuradora-chefe da PGE no Distrito Federal, participou de diversas reuniões para tratar, por exemplo, de assuntos de interesse do Banco do Estado do Amazonas (BEA) ou da Sociedade de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH).

FOTO: Cocecom/PGE-AM

Ela representou, também, o procurador-geral do Estado em inúmeras reuniões junto ao Colégio Nacional de Procuradores Gerais dos Estados e do Distrito Federal. Sandra Couto participou, ainda, de diversos seminários, congressos e proferiu várias palestras ao longo de sua carreira.

Velório – A PGE-AM informa que o velório da procuradora aposentada, Sandra Couto, será neste sábado (04/09), a partir das 8h da manhã, no Palácio da Justiça, na avenida Eduardo Ribeiro, situado no Centro.

0 0 votes
Article Rating