Jovem é morta a facadas após discussão com companheiro no Viver Melhor 2

Acredita-se que Breno tentou cometer suicídio logo após o crime, mas a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) irá investigar o caso.

Foto Divulgação

Maria Elisa da Silva Viana, de 19 anos, foi morta na manhã deste sábado após ter sido esfaqueada em um apartamento situado na rua Raio de Luz, conjunto Viver Melhor 2, bairro Lago Azul, Zona Norte da capital. Um jovem identificado como Brendo Cristian da Silva Neves, de 20 anos, é apontado como suspeito do crime.

Segundo os policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Maria e Brendo tinham um relacionamento amoroso aproximadamente há oito meses e moravam juntos no conjunto Viver Melhor.

Eles começaram uma discussão, o rapaz puxou uma faca e golpeou Maria cinco vezes, principalmente na região do tórax. Maria Elisa não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local sentada em um sofá. A família relatou à polícia que o jovem casal estava tentando reatar o relacionamento e Brendo contou à polícia que ele sofre com esquizofrenia.

Moradores da região informaram  que o casal estava sentado em frente ao local da ocorrência na noite da última sexta-feira (16) e não aparentavam nenhum tipo de problema no relacionamento.

Brendo foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado às pressas para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS). Até o momento não há informações sobre o estado de saúde dele. O Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC) foi acionado para fazer os primeiros trabalhos de inspeção.

O corpo de Maria Elisa foi conduzido para o Instituto Médico Legal (IML) e vai passar pelos exames de necropsia. Acredita-se que Breno tentou cometer suicídio logo após o crime, mas a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) irá investigar o caso.

0 0 vote
Article Rating