Idosa é velada viva por oito horas e em seguida morre 

Após constatação de um médico, família levou mulher ao hospital, mas ela foi declarada morta novamente

O velório de Carolina Lopes de Almeida, de 93 anos, foi interrompido após familiares descobrirem que a idosa estava viva. O caso aconteceu na última sexta-feira (8), em Guiratinga, em Mato Grosso.

Segundo o G1, convidados da cerimônia notaram que o corpo de Caluzinha, como era conhecida, estava quente. Em um primeiro momento, familiares acharam que poderia ser efeito do calor da cidade.

Entretanto, um médico foi chamado e constatou que a mulher, que estava sendo velada há oito horas, estava viva. Ela foi imediatamente encaminhada para o Hospital Oswaldo Cruz, mas recebeu o atestado de óbito novamente quando chegou ao local.

Caluzinha recebeu um novo velório e foi enterrada no sábado (9).

0 0 votes
Article Rating