Governo do AM realiza testagens de Covid-19 para evento teste na Arena da Amazônia

Testes serão realizados 48h antes do evento e público será monitorado após o show.

FOTO: Michael Dantas

MANAUS – O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), realizará testes de detecção da Covid-19 para o público e, também, para as equipes de apoio e organização que irão participar do evento teste na Arena da Amazônia, na próxima sexta-feira (24/09). Quem participar do evento também será monitorado por 14 dias.

A iniciativa – que também tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) – será o primeiro evento teste com o público e marcará os primeiros passos para a retomada da cadeia produtiva da cultura, além de servir de base para estudos dos órgãos de controle em saúde sobre a realização de grandes eventos. A ocasião é considerada evento teste, levando em consideração a redução do número de internações e aceleração da vacinação no Amazonas contra Covid-19.

FOTO: Michael Dantas

Em coletiva realizada nesta sexta-feira (17/09) pela Associação de Entretenimento do Estado do Amazonas (Asseeam), foi apresentada a estrutura do evento, que será realizado no anel sul da Arena, além de detalhes de como serão realizados os testes no local. Participaram da coletiva o gerente de Vigilância das Doenças Transmissíveis da FVS-RCP, Alexsandro Melo; o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz; o presidente da Asseeam, Gerson Sampaio; o presidente da Faar, Jorge Oliveira; e a diretora de Marketing da Fábrica de Eventos, Daiana Pereira.

Testagem – Só serão aceitos no evento quem estiver com as duas doses do imunizante contra Covid-19 ou apenas com a primeira dose (contanto que não esteja com a segunda dose atrasada). Para conferência do status vacinal, o público deve apresentar a carteira de vacinação física ou aplicativo Conecte SUS, do Ministério da Saúde. Só após a checagem do status vacinal serão realizados os testes, que ocorrerão nos dias 22 e 23 de setembro, das 18h até a meia-noite. No total, serão disponibilizados 3,5 mil testes, sendo 3 mil para o público do evento e 500 para a organização e apoio.

“Tanto o público quanto as demais equipes envolvidas no evento serão submetidos a um rígido protocolo sanitário que estamos adotando desde a Live Parintins 2021, passando pelas lives do Festival Folclórico do Amazonas e o Festival de Ciranda de Manacapuru, em que nós fazemos o monitoramento das pessoas que participaram por 14 dias, que compreende o período de incubação da doença, para que tenhamos certeza que não houve impacto no número de casos no estado”, declarou Alexsandro Melo.

Quem realizar o teste tipo RT-PCR ou antígeno em laboratórios particulares, em até 48h antes do evento, também poderá apresentar o teste na entrada do show, onde as equipes da FVS-RCP e SES-AM, também irão fazer a conferência do status vacinal.

Retomada do setor – O secretário Marcos Apolo Muniz afirmou que o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, manteve diálogo com a Asseeam desde o início da pandemia, assim como todos os outros setores da economia do estado, e que o evento teste é um importante passo para a retomada da economia da cadeia produtiva da cultura.

“Depois de realizar os eventos sem público em parceria com a FVS-RCP, que não tiveram impacto na doença no estado, vamos agora partir para o evento teste com público, compreendendo a importância da quantidade de empregos gerados nessa atividade, desde o momento da montagem até o dia em que é realizado, onde há seguranças, garçons, motoristas de aplicativos e outros estabelecimentos acionados por conta da ocasião. Além disso, o evento é realizado na Arena da Amazônia, que dispõe de diversas entradas e saídas para o público”, ressaltou.

Ainda de acordo com Marcos Apolo Muniz, o evento também é um incentivador para que as pessoas busquem os postos de vacinação. “O público que pretende prestigiar este ou os próximos eventos que poderão ser realizados, dependendo da avaliação do cenário, terão que estar com a vacina em dia para poder participar, isso incentiva a busca pelo imunizante, que também já é exigido em espaços culturais e outros estabelecimentos”, apontou o secretário de Cultura e Economia Criativa.

Segurança do espaço – De acordo com o presidente da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), que administra a Arena da Amazônia, o anel sul da Arena da Amazônia tem capacidade para até 18 mil pessoas, mas menos de 20% será ocupado pelo evento, com a adoção dos protocolos de segurança. “Vamos trabalhar para que a infraestrutura da Arena esteja preparada para esse evento teste e que aos poucos a sociedade volte a frequentar estas atividades”, afirmou.

As entradas e saídas do evento serão diferentes para o público que vai prestigiar o show e para as equipes de apoio que irão trabalhar no evento. “Os públicos dos setores do evento não irão se misturar, toda estrutura é montada exclusivamente para cada setor, com entradas e saídas separadas”, explicou Gerson Sampaio, presidente da Asseeam.

Evento – O evento acontecerá no dia 24 de setembro, sexta-feira, a partir das 21h, no Pódium Sul da Arena da Amazônia, com  show do cantor Tierry.

Os ingressos para o camarote VIP esgotaram, entretanto ainda podem ser adquiridos os últimos passaportes para os camarotes localizados nos setores A e B. As vendas estão sendo feitas através do site www.baladapp.com.br.

0 0 votes
Article Rating