Em sessão solene, Deputado Alberto Neto cobra ações de combate a violência conta mulher

O parlamentar enfatizou os avanços da legislação.

Política – Durante sessão solene na Câmara, o deputado federal Alberto Neto chamou atenção para o elevado número de casos de violência contra mulheres. No Amazonas, temos um lamentável registro de cerca de 25 mil mulheres que foram agredidas nos lares somente no ano de 2018.

O deputado enfatizou os avanços da legislação brasileira que trata do assunto. “A Lei Maria da Penha e a Lei do Feminicídio foram grandes avanços, mas ainda precisamos de ações para que essas normas realmente saiam do papel e coíbam os crimes que todos os dias ceifam tantas vidas”, afirmou.

O parlamentar aproveitou a oportunidade para falar também sobre seu primeiro projeto de lei apresentado na casa e sobre a principal bandeira que carrega. Falou sobre o protoco para estabelecer o uso de tornozeleira eletrônica, com o objetivo de fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas. “A mulher agredida não deve ser vigiada, e, sim, o homem que a agrediu”, completou.

O parlamentar ainda agradeceu o esforço da bancada amazonense em prol da causa feminina.

Com informações da assessoria

Imagem: Foto: Douglas Gomes