Em Manaus, governo descarta morte de homem com suspeita do novo coronavírus

De acordo com a diretora da FVS, o paciente morreu de síndrome respiratória aguda grave.

Foto: Divulgação

MANAUS – Em coletiva de imprensa on-line neste sábado (28), a diretora da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, Rosemary Pinto, informou que o homem de 46 anos que faleceu na noite de sexta-feira (27), no Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, com suspeita de coronavírus, teve a doença descartada em exame.

 De acordo com a diretora da FVS, o paciente morreu de síndrome respiratória aguda grave, além de ser hipertenso e com obesidade, ou seja, faz parte não só do grupo de risco do novo coronavírus mas também da síndrome respiratória aguda grave.

“O homem não faleceu de coronavírus. Este homem era hipertenso, com obesidade e fazia parte do grupo de risco de síndrome respiratória”, afirmou a diretora-presidente da FVS, Rosemary Costa., após o resultado do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

0 0 vote
Article Rating