Balsa explode e mata dois no interior do Amazonas

Embarcação havia acabado de abastecer quando houve a explosão. Corpo de uma das vítimas permanece desaparecido.

Itamarati|AM – A explosão de uma balsa deixou ao menos dois mortos na noite deste sábado (12) no município de Itamarati, distante 983 quilômetros em linha reta de Manaus. O acidente ocorreu por volta das 21h, logo depois que a embarcação havia abastecido em um pontão na orla da cidade.

Ao menos dois trabalhadores morreram na hora

De acordo com o comandante do 11⁰ Grupamento de Polícia Militar (GPM), sargento Judson, a embarcação envolvida no acidente era petroleira. “Os tripulantes haviam acabado de concluir o abastecimento e estavam recolhendo a mangueira e os equipamentos quando tudo aconteceu”, disse o militar.

Um efetivo do Corpo de Bombeiros foi enviado de Manaus ao município para ajudar no resgate ao corpo da vítima (Foto: Divulgação)

O impacto da explosão foi tão grande que um dos corpos ficou mutilado e a segunda vítima permanece desaparecida. No instante da explosão quatro pessoas estavam próximas à balsa. Duas delas morreram na hora. Uma delas foi identificada como o funcionário do pontão Reinaldo Araújo de Araújo, de 19 anos. O corpo dele foi localizado no teto de uma lancha atracada na orla.

Embarcação estava cheia com combustível, que ainda queimava no domingo (13)

A segunda vítima da explosão era o tripulante da embarcação Manoel Pereira da Silva, de 46 anos. Ele permanece desaparecido. Autoridades no município realizam buscas na região na tentativa de localizá-lo.

Com impacto da explosão, uma das vítimas foi arremessada no teto de outra embarcação atracada (Foto: Divulgação)

Segundo a Polícia Militar, o comandante da balsa e um outro tripulante, que não foram identificados, não correm risco de morte.

Como na cidade não há um batalhão do Corpo de Bombeiros, na manhã deste domingo (13) ainda era possível ver a balsa em chamas devido à queima do combustível. A causa da explosão deve ser apurada pela Polícia Civil do município em parceria com a Marinha do Brasil.

0 0 vote
Article Rating