ABSURDO: Cliente se recusa a colocar máscara e aponta arma para atendente

O homem continuou a fazer as compras, sendo atendido por outra atendente. Ao terminar, o cliente saiu do estabelecimento rindo.

Foto: Reprodução/TV Gazeta

BRASIL – O funcionário de uma loja de papelaria e produtos eletrônicos do Shopping Vitória, em Vitória, no Espírito Santo, teve uma arma apontada para o seu rosto após solicitar que um cliente colocasse a máscara facial de proteção contra o novo coronavírus. A situação ocorreu na noite de terça-feira (8/6).

De acordo com o jornal A Gazeta, uma testemunha afirmou que o cliente se recusou a colocar a proteção quando solicitado pelo funcionário. “O atendente respondeu que era lei e que o cliente precisava colocar a máscara. O homem respondeu ‘eu faço a minha lei, não cumpro leis’”, revelou.

Foto: Reprodução/TV Gazeta

Isso teria motivado o cliente a sacar a arma e apontar para o funcionário. O homem continuou a fazer as compras, sendo atendido por outra atendente. Ao terminar, o cliente saiu do estabelecimento rindo.

A vítima denunciou a situação por meio de um boletim de ocorrência da ameaça na Delegacia Regional de Vitória. O Shopping Vitória repudiou o caso e afirmou apoiará o funcionário no que for preciso. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.
Fonte: Metrópoles

0 0 votes
Article Rating